The Birth of Port

Os Anos Bearsley

A história começa em 1692 com a chegada a Portugal de um comerciante inglês chamado Job Bearsley. Pouco se sabe acerca do fundador da empresa exceto que este era o dono do estabelecimento The Ram Inn, em Londres, e que a sua família era proprietária de terras em Warwickshire e Staffordshire. Inicialmente não comercializou vinho do Porto mas sim o "tinto de Portugal”, o magro e austero vinho produzido na região do Minho, a noroeste do país, com a sua paisagem verdejante e clima húmido da costa litoral. As sedes deste comércio foram a cidade portuária de Viana do Castelo e a outrora vila de Monção, situada nas margens do rio Minho.

O seu filho mais velho, Peter, também fixou residência em Portugal, tornando-se cônsul britânico em Viana. Peter deu um passo além do seu pai, dirigindo-se mais para o interior, para as colinas selvagens e rochosas do Douro Superior, ao perceber que os mais robustos e intensos vinhos que ali se faziam eram mais do agrado do mercado inglês. Tal empreendimento precisou de determinação e coragem. Entre o litoral e a região do Douro situa--se a Serra do Marão, uma vasta cadeia montanhosa de granito, estéril e inóspita. Atravessar esta região constituía uma jornada difícil, feita às costas de mulas e conduzida por guias locais e por trilhos mal marcados. Segundo algumas fontes, Peter Bearsley foi o primeiro membro do comércio inglês de vinho a fazer tal viagem, já que outros comerciantes se contentavam em comprar os vinhos do Douro através de intermediários.

Depressa outros se assomaram às pisadas de Peter Bearsley de tal forma que, na altura em que os seus filhos Bartholomew, Charles e Francis se lhe juntaram em Portugal, os comerciantes britânicos constituíam já uma presença habitual para os agricultores da região do Douro. A concorrência entre os negociantes britânicos pelos melhores vinhos intensificou-se. Em 1744, Bartholomew Bearsley veio a ser o primeiro exportador britânico de vinhos a comprar uma propriedade no Douro. Foi uma forte aposta que lhe deu grande vantagem, permitindo-lhe relacionar-se com os agricultores e garantir a primeira prova dos seus vinhos. A propriedade, no Lugar das Lages, perto da antiga cidade da Régua, ainda hoje pertence à empresa e a sua compra é comemorada pelo Taylor’s First Estate Reserve Port. Durante as Guerras Peninsulares a casa que integra a propriedade, conhecida por Casa dos Alambiques, foi temporariamente usada como um hospital de campanha para as tropas do general Wellesley, mais tarde conhecido por duque de Wellington.

Francis Bearsley sobreviveu a todos os seus irmãos e manteve-se como sócio na firma no Porto por 61 anos, desde 1744 até à sua morte em 1805, e na sucursal londrina por 26 anos, desde 1772 a 1798. Durante este longo mandato, Bearsley consolidou os ganhos das primeiras três gerações e dirigiu a empresa em momentos de turbulência e de mudança. Estes incluíram os anos de crise da década de 1750 que culminaram com a criação pelo Marquês de Pombal, em 1756, de uma empresa de monopólio para regular o comércio do vinho do Porto.

Vinho do Porto mais {+}
Tawny 10 Anos
Opulento e elegante, combina delicadas notas de madeira com ricos aromas de fruta madura, sendo engarrafado para o consumo imediato. {+}
Receitas mais {+}
Molho Cranberry
A receita é muito simples e incluí um pouco de vinho do Porto que lhe dá um toque muito especial e faz com que todos queiram mais um bocadinho. {+}
Outras Receitas
Vinho do Porto mais {+}
Late Bottled Vintage
O LBV foi desenvolvido como uma alternativa de alta qualidade do Porto Vintage. A ideia foi criar um vinho mais acessível e para o consumo imediato, que pudesse ser bebido no dia-a-dia. Ler mais... {+}
Faça a Sua Reserva! mais {+}
Visite as caves
Taylor's